Notícias
Notícias por data:
Institucional
Utilidade Pública

Morte e Magia no Cemitério do Peixe

De 04 a 07 de Junho o Cemitério do Peixe sediará um importante seminário que vai debater questões culturais, sociais, históricas e patrimoniais deste local, um “despovoado” de Capitão Felizardo, no Distrito de Costa Sena, em Conceição do Mato Dentro. Conhecido como “Cidade Fantasma”, o vilarejo é palco de um dos apenas dois Jubileus para as almas realizados no mundo e guarda ali elementos centenários da fé de um povo que não abre mão de seus costumes.

Morte e Magia nas Artes Visuais é o nome desta que é uma iniciativa do artista e antropólogo Francilins. Ele, que vem aproximando sua relação com o Cemitério do Peixe há alguns anos, diz que o evento “é uma comunhão da sociedade artística com a comunidade do Peixe”. Ele explica que o movimento artístico ali instalado desde o dia 11 de maio está compondo um registro inspirado na atmosfera do local, apropriando-se dos mais variados elementos que compõem o significado e a significância do vilarejo.

Das pedras argilosas ali encontradas, o artista plástico Elton Hipólito de São Paulo rascunha em papel suas primeiras experiências no Peixe. Os pigmentos, diferenciados dos materiais que ele costuma usar, vão colorindo a sua arte e a sua alma, cada vez mais sensível àquele lugar. Já Kárita Gonzaga, também artista plástica de Uberlândia, utiliza-se dos crisântemos para ilustrar a relação entre a vida e a morte. Ela, que confeccionou um vestido com as flores brancas, veste e fotografa diariamente a peça com a pretensão de registrar a passagem do tempo. “Me interessa o seu significado (das flores) simbólico explicitando a degradação da matéria, como símbolo da efemeridade e finitude perdendo as pétalas, murchando, definhando”, explicou a artista.

Durante o seminário, haverá exposições das artes desenvolvidas no período da residência artística, onde a sensibilidade aflora e os talentos são potencializados, conforme descreveu o participante Rodrigo Marques.

O evento tem o apoio da Prefeitura Municipal de Conceição do Mato Dentro através da Secretaria Municipal de Cultura e Patrimônio Histórico. Para a secretária Julia Santana, este será um momento de “importantes reflexões acerca deste que é dos mais emblemáticos patrimônios do município, sobre o qual vem sendo realizados levantamentos e pesquisas de sua história, das tradições e dos saberes de seu povo”.

Jubileu
O Jubileu de São Miguel e Almas é realizado anualmente no mês de agosto, reunindo milhares de fiéis no Cemitério do Peixe. Iniciada na quinta-feira, a festa tem seu ápice no sábado e no domingo, quando ocorrem missas, procissões, pagamento de promessas, confissões, levantamento do mastro, oferendas aos mortos e queima de fogos.

No mundo todo, só há mais um Jubileu em devoção às almas que acontece na Romênia.

Pigmentos das pedras colhidas por Elton Hipólito dão tom aos experimentos do artista

A transitoriedade "vida e morte" é retrata num vestido feito pela artista Kárita Gonzaga

Curtiu? Compartilhe!

Calendário de Eventos