Igreja Matriz de Santo Antônio

A Igreja Matriz de Santo Antônio obedece à planta simples, composta de nave, capela-mor e duas sacristias laterais. Seu planejamento original foi alterado com a instalação de uma torre dianteira muito alta, sem, contudo prejudicar o espaço de ambientação do singelo templo, situado em ampla praça.

A sua estrutura é autônoma de madeira e com vedações em adobe. A cobertura é em duas águas, com telhas industriais tipo “capa e canal”,’ sobre estruturas em tesouritas. Os pisos, de tábuas novas, substituem o piso original em campas. Os forros da nave e capela-mor são abobadados e o último apresenta preciosa pintura decorativa. As esquadrias são em madeira, com vergas retas e a porta principal apresenta almofadas. Apresenta portas laterais na nave, também com almofadas, e pequeno cômodo consistório entre as duas sacristias, atrás do altar-mor.

A edificação foi tombada pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha), em 1985. E assim como outras, nada se sabe sobre a época de construção, projeto e autoria da obra da igreja. Os seus registros mais antigos datam de 1745. Era subordinada à Matriz de Nossa Senhora da Conceição, na sede municipal, vindo a ser criada a sua freguesia a partir do ano de 1858.

« Voltar para: Distrito de Santo Antônio do Norte

Curtiu? Compartilhe!

Calendário de Eventos