Notícias
Notícias por área:
Notícias por data:

COMUNIDADES EDUCADORAS: UM MARCO PARA A EDUCAÇÃO PÚBLICA MUNICIPAL

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Foi lançado no dia 4 de setembro de 2017, na Câmara Municipal, o Programa Comunidades Educadoras.

Esse programa, método recém-premiado na Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), tem como base a relação de dentro e fora da escola, criando conselhos territoriais integrados a fim de monitorar cada aluno por meio de um sistema em que o professor preenche, com os alunos, alguns indicadores como o tempo de dedicação ao estudo, o grau de instrução familiar, o convívio com família, entre outros.

Após o diagnóstico, é realizada uma discussão com todos os professores e, a partir daí, é montada uma rede de proteção dependendo de cada peculiaridade da família e de cada aluno, podendo até mesmo repercutir no currículo das escolas em função do perfil da demanda.

O modelo já foi aplicado com sucesso em diversas cidades e foi desenvolvido pelo Instituto Cultiva, uma instituição da sociedade civil sem fins lucrativos, com sede em Belo Horizonte. A instituição trabalha com o objetivo de promover o desenvolvimento de instituições públicas e privadas, a divulgação de conhecimentos técnicos e científicos nas áreas relacionadas à educação, assistência social, extensão e desenvolvimento rural, promoção cultural, defesa do meio ambiente, à criança e adolescente, e promoção do desenvolvimento sustentável e local em todas as suas dimensões.

Segundo o cientista político, doutor em Ciências Sociais e diretor-geral do instituto, Rudá Ricci, os números alcançados já demonstram o potencial da metodologia: “Em Contagem, com apenas um ano de trabalho, nós diminuímos 90% a evasão escolar e as notas subiram 64%. Outro número que deve ser levado em conta é que as tradicionais aulas de reforço fazem o aluno conquistar um índice de 10% de sucesso, enquanto nos projetos que tem como base a família esse índice sobe para 60%”.

Estiveram presentes no lançamento do programa o prefeito municipal José Fernando, a secretária de educação Juliana Rajão, a equipe do projeto Comunidades Educadoras, liderada por Rudá Ricci, o vereador Sidney, um dos responsáveis pela implantação do projeto no município, além de vários atores do cenário da educação do município e de outras cidades.

Destaca-se a fala da Secretária de Educação Juliana Rajão, que ressaltou que “Os desafios da educação são muito grandes, e resolver todas essas questões educacionais não cabe só à educação e com esse programa vimos a oportunidade de conseguir interagir, fazer com que a sociedade se envolva no ambiente educacional e que a gente consiga de fato transformar a sociedade através da educação”.

Segundo o prefeito municipal José Fernando “é a oportunidade para se fazer uma gestão mais humana, que possa acolher realmente e ter o significado que a educação vai muito além da sala de aula, envolver as famílias, as pessoas, essa integração da educação com o mundo real que as famílias estão vivendo. Tenho certeza que esse programa será um divisor de águas para Conceição do Mato Dentro e para as famílias”.

Destaca- se também a fala do vereador Sidney das Três Barras, idealizador da implantação do programa no município: “Será um impacto muito importante, criará uma unidade entre escola, professores, alunos e a família, e desta forma criar uma política de integração da família juntamente com escola irá ajudar mito a nossa cidade e melhorar a nossa educação. A educação é a melhor arma que nós temos para poder melhorar a nossa comunidade e melhorar o mundo”.

Conceição do Mato Dentro viverá um novo tempo na educação!

Gestão 2017 | 2020 – Juntos por um novo tempo.

 

Curtiu? Compartilhe!

Calendário de Eventos