Notícias
Notícias por área:
Notícias por data:

I Conferência Municipal da Pessoa Idosa

O primeiro espaço aberto no município para discutir a situação do idoso. Uma conquista. Assim foi definida a I Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa de Conceição do Mato Dentro. Realizado nesta quarta-feira (08), o evento reuniu representantes dos poderes públicos e sociedade civil organizada, com grande representação dos idosos, interessados e estimulados em promover o envelhecimento digno no município.

Com o tema “Protagonismo e Empoderamento da Pessoa Idosa – Por um Brasil de todas as idades”, a conferência marca um momento no qual os anseios da comunidade são transformados em diretrizes que serão sintonizadas às políticas estadual e nacional. E mais do que criar novas leis, mas criar instrumentos que façam valer os direitos já constituídos.

Laura Machado, gerontóloga e diretora executiva da InterAGE Consultoria em Gerontologia Ltda, convidada especial e palestrante da I Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa, acredita no diálogo e na participação da sociedade como a forma mais eficaz de promover políticas públicas e mudanças sociais que impliquem em melhorias para os idosos. Para ela, deve-se “pensar em como posso tornar a minha insatisfação em transformação” e dar o devido encaminhamento das recomendações aos órgãos competentes. “Não fazer nada não é a solução”.

Laura explanou brevemente sobre a realidade dos idosos em termos mundiais e pontuou que nas metas da Organização das Nações Unidades para o período de 2000 a 2015 as pessoas idosas não foram incluídas, ou seja, nenhuma proposta ou diretriz para beneficiar os cidadãos com idade superior a 60 anos foram formatadas. O que não irá se repetir nos próximos 15 anos, pois, depois de muitos debates e levando-se em conta a tendência do envelhecimento populacional, os idosos foram considerados nas metas. No Brasil, estima-se que no ano de 2050 o número de pessoas idosas será igual ao de crianças e jovens até 24 anos.

Diagnóstico Situacional
De acordo com o Diagnóstico Municipal do Idoso, os principais problemas enfrentados pela população idosa em Conceição do Mato Dentro são:

1 – Abandono: grande parte dos idosos mora sozinha na zona rural. Com a saída de casa da população mais jovem em busca de trabalho, os idosos enfrentam a solidão, privados de direitos e, principalmente, da convivência familiar.

2 – Exploração da mão de obra e financeira por membros da família: diante da realidade do trabalho dos mais jovens, o idoso permanece com os netos como cuidadores e corresponsáveis pela manutenção da família.

3 – Exploração financeira por bancos e financiadoras e comércio: por causa do desconhecimento dos idosos, há uma indução por parte das instituições financeiras a fazer empréstimos ou garantir vendas superfaturadas.

4 – Violência física por parte da família: há relatos de agentes de saúde que mencionam esta dura realidade.

5 – Violência psicológica: idosos são coagidos, ameaçados para não falarem que sofrem maus tratos.

6 – Falta de afetividade por parte da família: além de enfrentarem a solidão domiciliar, na maioria dos casos, quem cuida dos idosos são vizinhos e não os familiares.

7 – Problemas de saúde: alguns próprios da idade, outros adquiridos por maus hábitos alimentares ou exposição excessiva aos fatores naturais.

O Diagnóstico Municipal do Idoso é resultado de uma parceria entre Prefeitura Municipal por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, o Conselho Municipal do Idoso e o Programa Parceiro do Idoso do Banco Santander.

Denuncie
Se você tem ciência do sofrimento de algum idoso, seja por qualquer um dos problemas descritos acima ou outros, não se cale. Denuncie para que estes cidadãos sejam atendidos e acolhidos. Você não precisa se identificar.

Disque Direitos Humanos: 0800 031 11 19
Disque Direitos Humanos: 100
Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social: (31) 3868-2880

conferência_idoso

Curtiu? Compartilhe!

Calendário de Eventos