Notícias
Notícias por data:
Institucional
Utilidade Pública

CASA DE APOIO OFERECE ACOLHIMENTO COM DIGNIDADE E RESPEITO AOS PACIENTES DE CMD

CMD, QUINTA-FEIRA 04.10.2018 – “Gostaria de agradecer e parabenizar Zé Fernando e a Ivete Otoni pela administração e o carinho nos pequenos detalhes. É assim que se faz grandes obras. Precisei pernoitar na Casa de Apoio. Fiquei impressionada com o asseio e o cuidado com a casa. É muito bom saber que nos momentos difíceis temos onde nos amparar”. Este depoimento foi feito pela conceicionense Ludmilla Stemler no Facebook e é uma grande demonstração de que todo o esforço destinado a recuperar a Casa de Apoio valeu a pena.
Localizada na rua José Sena, nº 217, em frente ao Hospital Imaculada Conceição, a Casa de Apoio é destinada a pacientes de Conceição do Mato Dentro, e seu acompanhante se necessário, que precisam de um local para ficarem na cidade enquanto fazem tratamento médico, exames ou consultas. “O funcionamento adequado da Casa de Apoio sempre foi uma meta de trabalho, desde quando eu era vereadora. Assim que Zé Fernando e eu assumimos a administração, demos início à recuperação do local”, conta a vice-prefeita Ivete Otoni. Por mês, são atendidas em média 150 pessoas na Casa de Apoio.
ESTRUTURA
A vontade de fazer as adequações era tão grande que Ivete comprou as primeiras roupas de cama do próprio bolso até que o processo de licitação acontecesse. Praticamente tudo na Casa de Apoio é novo: camas, colchões, TV, utensílios de cozinha. São cinco quartos disponíveis aos pacientes, sendo quatro deles com duas camas e um quarto com uma, dois banheiros, sala de TV, copa e cozinha.
FUNCIONAMENTO
Além de toda a reforma do imóvel e aquisição de equipamentos, a grande mudança na Casa de Apoio foi a estruturação do local. A Casa de Apoio funciona 24 horas com a presença permanente de um guarda patrimonial. A auxiliar de serviços gerais Maria Geralda de Almeida é responsável por manter a Casa de Apoio limpa e organizada, motivo de elogio de todos. Quem utiliza o local tem até roupa de cama disponível, que é lavada no Hospital Imaculada Conceição. A Casa de Apoio fornece ainda pão e café e, se os pacientes quiserem, podem utilizar a cozinha para preparar suas refeições.
Com a Casa de Apoio, a demanda de transportes também foi otimizada, já que os pacientes passaram a ter um local adequado para ficar enquanto aguardam o transporte para a zona rural ou para Belo Horizonte. “Antes, a maioria desses pacientes ficava esperando na sede da Secretaria de Saúde”, disse Sanuza Marie Pena Pretti, coordenadora do Tratamento Fora de Domicílio.
A diretora de departamento Marlene Reis Siqueira informa que para utilizar a Casa de Apoio é preciso preencher um protocolo na Secretaria Municipal de Saúde. Fora do horário comercial, o protocolo está disponível na Policlínica Municipal. Somente com este pedido autorizado é possível utilizar as dependências do local.
O morador do Distrito de Socorro Wesley Ramos de Oliveira, de 23 anos, sempre utiliza a Casa de Apoio quando precisa fazer algum exame ou consulta na cidade. Enquanto aguarda o carro da saúde que traz e leva os pacientes para o distrito, Wesley espera com segurança e conforto na Casa de Apoio. “Se aqui não existisse, teria de esperar na rua”, disse.

PREFEITURA MUNICIPAL DE CMD
JUNTOS POR UM NOVO TEMPO

• A vice-prefeita Ivete, a auxiliar de serviços gerais Geralda, o morador do distrito de Socorro Wesley e a diretora de Departamento da Secretaria de Saúde Marlene, na Casa de Apoio
• Sanuza Pretti, coordenadora de TFD
e Marlene

Curtiu? Compartilhe!

Calendário de Eventos