Bandeira e Brasão

De autoria do heraldista, vexilologista e professor, Arcinóe Antônio Peixoto de Faria, a bandeira de Conceição do Mato Dentro como manda a tradição da heráldica portuguesa da qual herdamos os cânones, obedece aos estilos oitavado, sextavado, esquartelado ou terciado. As cores empregadas são as mesmas do campo do escudo e ostenta ao centro ou na tralha uma figura geométrica, onde o brasão municipal é aplicado. O emblema representa o governo municipal, e a pala onde se encontra representa a própria cidade-sede. Com predominância, a cor amarela é símbolo de glória, esplendor, riqueza, grandeza, soberania e mando.

A faixa central amarela, carregada de sobre-faixa vermelha, representa a irradiação do poder municipal que se expande a todos os quadrantes de seu território. Já a cor vermelha é símbolo de dedicação, amor à pátria, audácia, intrepidez, coragem e valentia. As faixas azuis representam as propriedades rurais do município, sendo essa cor o símbolo de justiça, nobreza, perseverança, zelo, lealdade, recreação e formosura. O crescente e a flor-de-lis em branco é uma referência a Nossa Senhora da Conceição, padroeira da cidade.

Assim como a bandeira, o brasão de armas de Conceição do Mato Dentro é de autoria do heraldista, vexilologista e professor, Arcinóe Antônio Peixoto de Faria. A aplicação do emblema se dá com o intuito de timbrar os documentos oficiais do município e, como determina a Convenção heráldica Internacional, quando a impressão é feita em apenas uma cor e a obediência das cores heráldicas quando a impressão é feita em policromia.

Curtiu? Compartilhe!

Calendário de Eventos